As plataformas para correspondentes jurídicos funcionam?

Atualizado: 25 de Jul de 2020


Quando usadas corretamente, as plataformas funcionam, sim!


Mas como é o correto meio de uso?


Primeiramente, o correspondente deve preencher de forma completa o cadastro, pois é ali que o cliente vai olhar. É um minicurrículo. É um passo para a contratação.


Vale lembrar que são inúmeros profissionais e, para ser escolhido, é preciso ter um diferencial. Depois, responder à solicitação que realmente vai cumprir. Coloque o valor da diligência já incluindo todas as despesas que poderá ter. Deixe fácil para o cliente entrar em contato com você. Mostre atenção e profissionalismo e não escreva mensagens muito longas. Seja objetivo; é uma proposta de trabalho.


Quer ser correspondente jurídico preparado? Conheça o meu curso e inicie nessa carreira próspera e adquira experiência prática!


Fraternal abraço.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Quem pode ser correspondente jurídico?

O advogado, que, se no começo da carreira, tem a oportunidade de ampliar sua área de atendimento e realizar networking. O bacharel e o estudante de Direito, que ficam impedidos apenas de realizar as a

Política de Privacidade

VMN Empreendimentos

CNPJ 34.577.941/0001-04 (ver)

Escritório: Av. Paulista, 1.842, 17. andar - Torre Norte -  CEP 01310-200 - São Paulo/SP

Telefone: (11) 3090-9240 ramal 2695

O curso on-line CP Start é livre e prepara iniciantes para atuar como correspondentes jurídicos. É direcionado a advogados em começo de carreira. Os bacharéis em Direito, estudantes de Direito, bem como tecnólogos em serviços jurídicos e notariais são preparados a realizar diligências não privativas de advogados, em obediência ao Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei n. 8.906/1994). Curso e certificado registrados na Biblioteca Nacional RDA sob o n. 02787BN/BR.

©2020 por Correspondente Preparado. Orgulhosamente criado com Wix.com