Ficar rico com a correspondência jurídica?

Já escutei por aí promessas de ganhos de seis dígitos na correspondência jurídica. Será mesmo que isso é possível?


Pela minha experiência e até pela lógica, não. Pé no chão, o cp pode ter excelentes ganhos, de R$ 10, 15 mil. Tá, ele pode ter ganhos de seis dígitos no acumulado de um ano, mas ganhos mensais nesse nível é um tipo de "milagre" de quem quer vender algo.


Tudo depende do foco. Quero vender meu curso? Obviamente. Vou enganar meu público com promessas mágicas? Não. Tem quem faça? Sim. Tem gente que faz de tudo para alimentar a ganância, até dizer que urubu vira papagaio.


Não existe mágica. Existem técnicas que fazem o profissional poder elevar o nível de sua performance, mas depende de estudo, de dedicação, trabalho, capacidade de gestão e de negociação. Saber administrar clientes e parceiros, além de ter uma organização exemplar de serviços e custos/ganhos.


Com tudo isso, o cp vai ter sucesso na sua empreitada e vai ter o retorno financeiro confortável. Mas seis dígitos por mês, talvez seja possível se o profissional passar a gerenciar uma logística, ainda assim, com agenda bem definida e valores que possibilitem margem de lucro folgada.


Santo milagreiro só existe nas campanhas de marketing.



Venha me conhecer melhor: www.instagram.com/correspondentepreparado



12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Estudar o processo antes da diligência é importante

Um erro que alguns advogados correspondentes cometem é não olhar o processo antes de realizar uma audiência. Esse é um equívoco grave que pode arruinar o caso do contratante e, obviamente, queima

Quem pode ser correspondente jurídico?

O advogado, que, se no começo da carreira, tem a oportunidade de ampliar sua área de atendimento e realizar networking. O bacharel e o estudante de Direito, que ficam impedidos apenas de realizar as a