O que faz um correspondente jurídico?

Muita gente querendo, pouca gente sabendo como. A atividade jurídica de correspondência jurídica está em alta, todavia carece de informação útil aos interessados nela.


Essa atividade pode ser exercida por advogados. Os estudantes e bacharéis em Direito, tecnólogos de serviços jurídicos e notariais, e qualquer pessoa fora dessas áreas podem exercer essa atividade, desde que não sejam as atividades privativas da advocacia (Art. 1º, Lei 8.906/1994). Também estão incluídas as atividades extrajudiciais.


O correspondente jurídico pode atuar:

- realização de audiências

- preposto

- sustentação oral

- consulta processual

- extração de cópias de processos

- despachos com magistrados

- protocolos

- assistência judiciária

- solicitação de certidões e alvarás

- registro de imóveis e empresas

- assembleia geral de credores

- delegacias de polícia e penitenciárias

- Procon, Detran, Receita Federal, órgãos de governo


Importante ressaltar que o estagiário de Direito que possui inscrição na OAB pode assinar petições de juntada, isoladamente, e realizar carga de processos.


Essa atividade é uma importante oportunidade para adquirir prática jurídica e ainda obter rendimentos interessantes, podendo chegar até a R$ 5.000,00 por mês, a depender da organização do correspondente.


Conheça o curso preparatório para correspondentes jurídicos:

www.correspondentepreparado.com.br


Assista ao vídeo que traz mais informações a quem quer saber sobre essa atividade jurídica:



Grande abraço.


Prof. Valéria Nagy

ceo@correspondentepreparado.com.br